NESTE BLOG


Desde os primórdios da existência humana, vivemos em constantes mudanças. O mundo vem sofrendo alterações, estamos vivendo num novo espaço de comunicação, novas ferramentas surgem com a tecnologia , possibilitando novas formas de ensinar, aprender e se relacionar e cabe à nós, a exploração das potencialidades desse espaço.

Neste blog, pretendo discutir, abordar e compartilhar assuntos sobre Educação e Tecnologia e temas trabalhados no curso de Mestrado em Pedagogia ELearning.


E para começar...vamos falar sobre...

sexta-feira, 2 de janeiro de 2015

SELEÇÃO E UTILIZAÇÃO DE RECURSOS EDUCACIONAIS ABERTOS

Anteriormente, selecionei e partilhei aqui, neste blog,  3 fontes/repositórios de REA que achei bem interessantes.

Agora, abaixo, deixo duas sugestões de REAs que estão disponíveis online.


Endereço: http://objetoseducacionais2.mec.gov.br/

A organização responsável por esse recurso é o Ministério de Educação e Cultura (Brasil).

Este recurso tem o objetivo de compartilhar recursos educacionais digitais de livre acesso em diferentes formatos (áudio, vídeo, animação, simulação, software educacional, etc), considerados relevantes e adequados à realidade da comunidade educacional local, respeitando as diferenças de língua e culturas regionais. Este REA conta com materiais de diferentes países e línguas. Possui cerca de 19.838 objetos publicados até esta data, 178 sendo avaliados ou aguardando autorização dos autores para a publicação e um total de 6.341.326 visitas de 190 países.

Critérios para escolha:

1) Público-alvo diversificado: destinado a profissionais do ensino básico, profissionalizante, superior, educação de jovens e adultos e ensino escolar indígena.

2) Possui materiais em diferentes formatos como: áudio, vídeo, animação, simulação, software educacional, imagens, mapas e hipertextos nas diversas áreas de matemática, língua portuguesa, história, geografia, química, física, educação física, entre outras.

3) Os materiais contam com recursos de diferentes países e línguas, onde professores de qualquer parte do mundo poderão acessar em sua língua materna, traduzir os que estão em outra língua, assim como publicar as suas produções em processo colaborativo, apoiando experiências de diversos locais.

4) Possui recursos que se encontram em domínio público ou que contam com a devida licença por parte dos autores para visualização, cópia, distribuição ou tradução, desde que mencionadas as fontes. É vedado ao usuário a utilização dos recursos digitais para fins lucrativos.

5) O autor pode enviar o seu recurso sobre o qual possua a titularidade de direito autoral e há dois comitês que avaliam a publicação dos recursos, sendo um composto por professores e alunos de graduação e pós, em universidades públicas, responsáveis pela localização, liberação de uso (direito autoral), avaliação e catalogação dos recursos e o segundo representado por especialistas que validam a publicação feita pelo primeiro comitê. A avaliação obedece a critérios técnicos e pedagógicos definidos para o Banco Internacional.

6) Site muito bem organizado. Há várias formas de busca do recurso com todas as especificações do mesmo.

Adaptações: navegando pelo site, a única mudança que faria é deixar a página mais atrativa, alterando layout. O sistema de busca das atividades está bem organizado e de fácil localização.



Endereço: http://phet.colorado.edu/pt/

Vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=4Hj6GqBRpA0#t=96

A organização responsável por este recurso é a Universidade de Colorado.
Este recurso oferece gratuitamente simulações de fenômenos físicos interativos e baseados em pesquisas.
Inicialmente o projeto foi focado para simulações de Física, e foi por isso chamado de Physics (Física) - Education (educação) - Technology (Tecnologia), ficando PHET . Quando se ramificou para a química, biologia, matemática e outras áreas, o nome continuou o mesmo, mas não descreve mais a sigla.


Critérios para escolha:

1) São simulações que podem auxiliar no processo de ensino e aprendizagem, principalmente em conteúdos voltados à física, química, biologia, matemática. São ferramentas flexíveis que podem ser utilizadas em salas de aula. Há vídeos e recursos escritos sobre como integrar as simulações com a aula a ser dada.


2) As simulações podem ser traduzidas em diversos idiomas.

3) As simulações são escritas em Java, Flash ou HTML 5 e podem ser executadas on line ou feito download para seu computador. Todas as simulações são de código aberto.

4) As simulações interativas desenvolvidas pela Phet podem ser livremente utilizadas, redistribuídas por terceiros ( estudantes, educadores, museus, editoras, escolas, etc). É permitido o uso não comercial e comercial. Todos os usos exigem atribuição da obra a Phet.
5) Os princípios de design de simulação Phet são baseadas em pesquisas sobre como os alunos aprendem e entrevistas feitas com alunos em cada simulação. Estas entrevistas fornecem dados para o estudo de design de interface e aprendizagem dos alunos.

Adaptações:  O sistema de buscas é bom, porém, quando acessamos determinada simulação, não encontramos facilmente as explicações referentes à simulação. Para aperfeiçoá-lo, eu faria a inserção de um material explicativo para que o professor ou aluno possam entender como funciona aquela simulação.

Modo que seria usado numa atividade:

Esta planificação é adequada para ambos os recursos educacionais abertos.
Em primeiro lugar, define-se  público alvo, área e conteúdo a ser trabalhado, estipulando objetivos e estratégias a serem utilizadas.
Após essa definição, utilizar o mecanismo de busca do REA, definindo também que formato de recurso deseja: áudio, vídeo, hipertexto, imagem, mapa, simulação.
Utilizar o recurso escolhido para a complementação de sua aula e interação com o aluno.
Estimular a produção de um blog ou wiki, onde os alunos poderão colaborar com os conhecimentos adquiridos nestes REAs.
Se for trabalhado numa formação de professores, poderão fazer uma análise detalhada desses REAs propondo um projeto de aperfeiçoamento dos mesmos.


Fontes:


7 comentários:

  1. Olá, Eliane.
    Acho que consigo comentar o teu trabalho.

    ResponderExcluir
  2. Olá, Eliane,
    Eu pessoalmente gosto dessas demonstrações na área de Ciências. São esclarecedoras e ajudam o aluno no entendimento dos fenômenos.
    Eu sinto falta é de recursos de acessibilidade nesses REAs.
    Abraços.
    Aparecida Torres

    ResponderExcluir
  3. Olá, Eliane,
    Eu pessoalmente gosto dessas demonstrações na área de Ciências. São esclarecedoras e ajudam o aluno no entendimento dos fenômenos.
    Eu sinto falta é de recursos de acessibilidade nesses REAs.
    Abraços.
    Aparecida Torres

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade, Aparecida! Essa questão da acessibilidade deve ser levada em conta.
      Abraços
      Eliane

      Excluir
  4. Eliane,

    O Banco Internacional de Objetos Educacionais é muito rico em conteúdos e em estratégias pedagógicas. O professor que faz uso do portal tem ao seu dispor recursos em diversas mídias e as sequências didáticas necessárias à condução do processo de aprendizagem. Para quem está iniciando a utilização dos objetos as orientações consistem em um norteador; para os que já são experientes, abre-se a possibilidade da inovação.

    Outro aspecto a ser observado é que as pesquisas podem ser feitas em mais de um idioma. A pesquisa geral no portal é realizada em português, inglês ou espanhol; os conteúdos, em um número maior de idiomas.

    Gosto de utilizar variadas mídias, mas os videos e as simulações são especialmente atraentes e significativas.

    Até mais,

    Claudio

    ResponderExcluir
  5. Ola Eliane,
    Gosto muito da diversidade de opções que o Banco Internacional de recursos Educacionais oferece, desde que tenhamos tempo para descobrir e saber aproveitar dos recursos valiosos que nos oferece.
    Cps
    Ivanilda Ramos

    ResponderExcluir
  6. olá Eliane,
    Gostei do teu trabalho, é muito interessante a forma como abordaste.

    Abraços
    Paula

    ResponderExcluir